8 dicas para diminuir o estresse no dia a dia

O estresse é um dos maiores males da sociedade moderna, principalmente para quem está no mercado de trabalho.  Em meio à correria, ao acúmulo de tarefas e a tantas cobranças é necessário encontrar formas de diminuir o estresse e recuperar a qualidade de vida.

O que talvez você não saiba é que o estresse não é um vilão, mas sim uma resposta natural e saudável aos desafios que a vida apresenta. No entanto, em excesso ele pode te levar a ter sintomas como taquicardia, insônia, cansaço, falta de ar e irritabilidade.

Com certeza, isso diminui o seu bem-estar e aumenta o risco de desenvolver diversas doenças. O jeito é não deixar o estresse ultrapassar o limite considerado normal. Para ajudá-lo, selecionamos 8 dicas para diminuir o estresse no seu dia a dia. Confira!

1. Pratique esportes

Quem pratica qualquer atividade física tem mais disposição e saúde. Além disso, quando você se exercita o seu organismo aumenta a produção de endorfina (hormônio ligado à sensação de prazer), diminuindo o estresse.

Os esportes também fazem com que você se desligue dos problemas do cotidiano. Isso relaxa a sua mente e faz com você esteja com foco apenas no momento presente.

Por isso, não deixe de reservar um tempo para se dedicar ao seu esporte ou exercício favorito. Além de exercitar o seu corpo e usufruir dos diversos benefícios que as atividades físicas proporcionam, você relaxa e deixa de lado as preocupações.

2. Pare de procrastinar

Um dos motivos que mais levam ao estresse é o acúmulo de tarefas ou a sensação de que as coisas não fluem. Esse comportamento é típico de quem deixa tudo para depois. Sendo assim, não caia nesta armadilha!

Tenha mais disciplina: o que é para se fazer hoje deve ser feito. Dessa forma, você não acumula preocupações nem fica correndo para terminar as suas obrigações em cima do prazo, o que causa estresse e preocupação desnecessária.

3. Conheça as causas do seu estresse

Para diminuir o estresse é preciso, primeiramente, saber a fonte dele. Para isso, tire dez minutos e pense sobre o que te esgota no seu dia a dia. Descubra quais são as atividades (ou pessoas) causadoras de irritabilidade, preocupação, sentimentos negativos etc.

A ideia é que você saiba o que pode ser afastado da sua vida imediatamente e o que pode ser trabalhado. Para aquelas situações que não há como fugir, encontre formas de não deixar que te afetem tanto. Busque soluções, mas, enquanto o problema não for eliminado por completo, aprenda a conviver com ele.

4. Simplifique a sua vida

Às vezes, a vida pode parecer muito difícil, mas nem sempre ela realmente é. O que acontece muito são pessoas dificultando as coisas, escolhendo sempre caminhos mais complicados para seguir. Não faça isso! Seja no trabalho ou em casa, encontre meios de tornar mais simples as suas tarefas diárias.

Quanto menos informação inútil você acumular, mais qualidade de vida terá. Elimine as “obrigações” desnecessárias e dê atenção apenas ao que é importante para a sua vida.

Faça uma lista de afazeres e comece pelo que é mais simples de resolver. Desse modo, você não deixa tarefas para o dia seguinte e sobra mais tempo para se dedicar a outras coisas.

5. Aceite o que não pode mudar

Se o problema tem uma solução, empenhe-se em encontrá-la. Agora, se está fora do seu alcance, não dê atenção a ele. Muitas pessoas ficam estressadas insistindo em resolver problemas que fogem do seu controle.

Não deixe que isso acontecer com você — liberte-se! Não se torne vítima do perfeccionismo, que pode tornar as coisas ainda mais complexas, sem necessidade. É importante que você dê sempre o melhor de si, mas nunca é bom ser intolerante consigo.

Pode até ser clichê, mas é a mais pura verdade: o que não tem remédio, remediado está. Aceite isso e gaste as suas energias com o que realmente importa.

6. Vá com calma

Na sociedade atual, muitas pessoas vivem correndo. Em vez de ser como elas, pise no freio e procure fazer as coisas mais devagar. Coma com calma, saboreie a comida, aproveite a companhia das pessoas e desfrute dos momentos felizes — planeje-se para não ter que estar sempre com pressa. Quando você adota essa postura, a sua vida se torna mais significativa.

Experimente meditar, observar sua respiração e focar no momento presente. Você vai ver: toneladas de preocupações vão ser liberadas dos seus ombros.

Evite também assumir muitas obrigações ao mesmo tempo. A sua produtividade não está relacionada à quantidade de trabalhos que você retém, mas sim com a capacidade de executá-los com eficiência. Faça uma coisa de cada vez e você vai render mais.

7. Cultive a gratidão

Quem é grato não tem o hábito nocivo de reclamar de tudo. Note como as pessoas que têm esse vício sempre são as mais estressadas. Por isso, mesmo que a situação que você está vivendo te pareça difícil, não pare de agradecer.

A gratidão te faz enxergar o que há de bom na sua vida, não importa em que você acredita. Esse comportamento é poderoso para diminuir o estresse porque atrai positividade e te faz enxergar que não é só de dificuldades que o dia a dia é feito.

Então, que tal olhar um pouco para si e reconhecer as coisas boas a seu redor? Exercite essa atitude todos os dias e afaste o cansaço, o desânimo e as emoções negativas que podem levar ao estresse.

8. Libere a sua agenda

Observe a sua agenda: ela está cheia de compromissos? Como você está programando as suas atividades? Já parou para pensar que a forma como você se organiza pode ser o que está aumentando o seu estresse?

Pense nisso e não deixe de sempre ter um espacinho livre para fazer as coisas que você gosta. Evite agendar muitas reuniões e compromissos para um único dia. Dê para si um tempo, nem que seja só para respirar um pouco.

Por mais que a sua rotina seja cansativa, adote as nossas dicas e encontre o equilíbrio necessário para uma vida mais tranquila. E você, o que faz para diminuir o estresse? Conte para a gente na seção de comentários aí embaixo!

Mestre Gabriel
Mestre Gabriel

Praticante de Kung Fu desde 1980, fundou a TSKF Academia de Kung Fu em 1996, graduado Mestre pela Confederação Mundial de Kuoshu. É escritor, palestrante, ocultista e estudioso da entidade humana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This