Conheça algumas tradições da cultura chinesa

Com mais de 1,4 bilhão de pessoas e uma longa história, a civilização chinesa é uma das mais ricas do mundo em termos culturais. Isso se dá por conta da diversidade dos grupos étnicos presentes no seu território e dos eventos históricos que tanto impactaram na realidade local. Nas últimas décadas, com a abertura econômica, o país passou a ser considerado como uma superpotência emergente, sendo atualmente a segunda maior economia do mundo.

Quer saber mais sobre a China e suas tradições? Então, não perca tempo e siga conosco!

Festivais

Os festivais chineses são uma excelente maneira de conhecer um pouco da cultura do país. Veja a seguir alguns dos principais.

Festival de Primavera

É o Ano-Novo chinês. Lá, o novo ciclo se inicia no primeiro dia do primeiro mês lunar, que ocorre no fim do inverno e início da primavera. Por isso, as festividades levam o nome de Festival de Primavera, pois valorizam a chegada desse novo tempo. Esse é, com certeza, o festival mais importante da China.

Festival das Lanternas

Quinze dias depois do Festival de Primavera, ou o Novo Ano Lunar, começa o Festival das Lanternas, em que se comemora o respeito a Buda. A tradição é render homenagens com luz, por isso o nome. Nessa época do ano, as ruas ficam tomadas por desfiles com lanternas decoradas das mais variadas maneiras.

Festival do Dragão Embriagado

No mês de maio, sempre ao oitavo dia da quarta lua, começam os festejos do Dragão Embriagado, logo pela manhã, no Templo de Kuan Tai. Em direção à zona do Porto Interior, os participantes fazem uma dança de embriagados, parando sempre em pontos determinados para beberem vinho até o limite, quando são substituídos e a caminhada segue.

Culto dos Antepassados

Entre setembro e outubro, as famílias chinesas rezam diante das sepulturas dos seus antepassados para, posteriormente, reunirem-se a fim de subir no cume dos montes levando ramos de narcisos, comendo doces e bebendo vinho de crisântemo, com o objetivo de afastar os espíritos maléficos.

Dança do Leão

Na Ásia, a figura do leão está associada a uma criatura guardiã. É por isso que a chamada Dança do Leão é tão importante em diferentes culturas daquele continente, como a China, o Japão e o Vietnã. No caso da China, em especial, a Dança do Leão é uma tradição milenar, sendo uma das mais populares.

Existem diferentes estilos, como a Dança do Leão nortista e a sulista. A dança nortista tem origem nessa região do país, quando servia como entretenimento para a corte imperial. O leão nortista apresenta as cores vermelho, laranja e amarelo, tendo aparência desgrenhada e cabeça dourada.

Já a dança do leão sulista é acompanhada de uma cerimônia que tem por objetivo exorcizar os espíritos maléficos e chamar por sorte e felicidade. No sul, o leão apresenta uma variedade de cores e tem grandes olhos, com um espelho na testa e um único chifre posicionado no meio da cabeça.

Tradições gastronômicas

A cozinha chinesa é muito conhecida mundialmente por suas receitas que, em geral, levam arroz, carne vermelha e legumes. O rolinho primavera também está entre os alimentos mais conhecidos, sendo uma espécie de biscoito de massa fina que funciona como entrada e pode vir recheado com legumes e outros ingredientes.

Além disso, a cozinha chinesa é marcada também por alimentos tidos como exóticos no Ocidente, como molhos agridoces, carne de cachorro, de cobra, de escorpião, de besouro e de cavalo-marinho.

Na região norte, a culinária é marcada pelo valor dado a massas e frituras. Assim, talharim, bolinhos de carne e pastéis, entre outros, são muito populares. Já na região sul, o cardápio costuma ser mais variado, havendo espaço também para pratos como barbatanas de tubarão e as famosas carnes de animais como cachorro, gafanhoto e escorpião.

Entre os pratos mais tradicionais da cozinha chinesa estão: Zongzi, Tian bu la, Dan Dan Mian, Frango do General Tso e Mapo Tofu.

Importância das artes marciais na cultura chinesa

Oriundas da cultura tradicional chinesa, as artes marciais derivam da própria necessidade de sobrevivência do povo chinês diante de ameaças.

Assim, os diferentes tipos de linhagem foram agregando princípios filosóficos e/ou religiosos como é o caso do confucionismo, do budismo e do taoismo. Esse último, em especial, voltado ao aperfeiçoamento pessoal em que existe uma valorização do cultivo da virtude, da técnica artística, dos cuidados com a saúde e a disciplina, do desenvolvimento físico, da não violência e da autodefesa.

O primeiro estilo de arte marcial registrado na história da civilização chinesa é o Jiao-di, que remonta da batalha entre o Imperador Amarelo e Chi You (2952-2205 a.C.). Depois, vieram as escolas que traziam técnicas com espada, ao longo do Período dos Reinos Combatentes. Entre as dinastias Han e Tang (de 206 a.C. até 907 d.C.) o uso da espada foi se desenvolvendo de maneira acentuada.

O Tai Chi Chuan foi criado pelo taoista Zhang Sanfeng, ao longo de sua jornada espiritual em direção à iluminação. Durante as dinastias Ming e Quing (entre 1368 e 1912), a comunidade espiritual passou a ensinar o Xing Yi Quan e o Ba Gua, estilos internos de artes marciais, marcados pela característica suave e de cultivo do espírito.

Estilos

Nas artes marciais, os estilos chamados de internos enfatizam o desenvolvimento pessoal de um indivíduo, com foco no controle das energias internas, como o Chi. Já os externos focam na força física.

De uma maneira geral, as tradições das artes marciais chinesas estão sustentadas no cultivo da virtude, na autocura, no cuidado com o estado pessoal e na admiração artística, entre outros. Ao mesmo tempo em que reuniram teorias técnicas profundas e conotação artística, as artes marciais contribuíram decisivamente no desenvolvimento da cultura chinesa.

A China é um país que apresenta tradições incríveis e que vêm se perpetuando ao longo dos séculos. Muitas delas têm ganhado popularidade por conta do cinema, das migrações e do contato, cada vez mais direto, entre povos do mundo inteiro.

Quer saber mais sobre as tradições da cultura chinesa? Então, curta nossa página no Facebook agora mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This