Conheça 5 benefícios da meditação!

Atualmente, quem não está em busca de paz, tranquilidade e uma vida longe do estresse? Quem não deseja ter a mente sadia e disposição para enfrentar os desafios diários?

Paz de espírito, tranquilidade, disposição e forte capacidade de concentração são alguns dos benefícios da meditação.

Talvez você esteja pensando que meditar é apenas para os monges tibetanos. Mas, vamos mostrar para você que qualquer pessoa — do oriente e do ocidente — pode utilizar a meditação para conquistar uma vida mais equilibrada. Continue lendo e conheça os benefícios de incorporá-la na rotina.

O que é meditação?

Meditar é focar a mente, estar presente em consciência. Quando você foca em uma atividade como a respiração, por exemplo, está meditando. Nesse momento, você não se mistura ao oceano de pensamentos que costumam distrair a mente. Você está no aqui e agora, e isso faz muito bem para a saúde.

Há algumas décadas, os povos ocidentais não davam muito crédito à essa prática milenar. Hoje em dia, o cenário mudou. Inclusive, um estudo realizado por meio de ressonância magnética demonstrou que a meditação afeta positivamente partes do cérebro ligadas à concentração e à tomada de decisões.

Quais são os benefícios da meditação?

Os benefícios da meditação estão relacionados à saúde física e emocional dos seus praticantes. Dentre os mais comuns, podemos citar:

1. Diminui o estresse

A prática meditativa traz serenidade, diminui a tensão e relaxa o corpo. O controle da respiração tem o poder de regular os impulsos nervosos, fazendo com que o organismo se mantenha equilibrado.

Quando você medita, os pensamentos que causam estresse não têm mais poder sobre você. Desse modo, com treino e dedicação, a meditação libera não só o estresse acumulado, mas também as preocupações futuras.

2. Aumenta a produtividade

Quanto mais serena e equilibrada uma pessoa é, mais chances ela tem de obter resultados positivos no trabalho e nas suas atividades. Como a meditação traz calma e foco, é natural que a sua capacidade de produção seja maior. Quem medita se torna mais desperto, criativo e concentrado.

3. Estimula a criatividade

A mente focada é um terreno fértil para boas ideias. Quando ela está cheia de pensamentos, fixa em problemas e totalmente desequilibrada, fica difícil que essas ideias germinem.

Se ela está limpa, totalmente arada para receber o direcionamento certo, pode render muita criatividade no trabalho e no cotidiano, favorecendo as relações interpessoais de todos os tipos.

4. Favorece o foco e a concentração

A meditação faz com que o indivíduo esteja no presente e não no passado ou no futuro. Ou seja, ao meditar, ele se concentra na sua consciência e no que ela está pensando naquele momento.

É possível que nos primeiros treinos isso não se torne evidente. Mas com o tempo, a concentração fica mais aguçada e o praticante percebe que não tem mais dificuldade de manter o foco e de tomar decisões.

5. Desenvolve a consciência

Isso significa que você começa a não dar atenção para as perturbações do dia a dia. Elas se tornam insignificantes e, da mesma forma que chegam, vão embora. Isso acontece porque a sua mente está treinada para focar apenas no que está acontecendo no presente.

Desse modo, raiva, problemas do passado, ansiedade, tensões e outras emoções não têm mais espaço. Elas não deixam de existir, você apenas não se prende mais a elas.

Como meditar corretamente?

Antes de mostrar o passo a passo para começar a meditar, é importante saber que é preciso muito treino e persistência até que isso se torne um hábito. É normal que, no início, a mente tenda a divagar, tornando a concentração quase impossível.

Não se preocupe, pois com o tempo, você vai percebendo que a capacidade de relaxar e se concentrar aumenta, deixando a mente cada vez mais serena. 

Organize-se

Isso mesmo! Antes de começar é bom definir alguns pontos como: quanto tempo você vai meditar, em que local e em que horário. Essas questões vão ajudar a tornar a prática meditativa mais tranquila. Além disso, elas ajudam a desenvolver o hábito, que é muito importante no início.

Preste atenção na postura

Muita gente abandona a meditação por acreditar que precisa se sentar em posição de lótus. Embora essa seja a postura que a maioria das pessoas conhece, ela não é a única. 

Você pode meditar sentado em uma cadeira, caminhando ou até mesmo deitado. Entretanto, é fundamental que ela proporcione condições de manter a coluna ereta. Por isso, sente-se tranquilamente em uma cadeira e você terá os mesmos benefícios que teria se estivesse em posição de lótus.

Foque na sua respiração

Acalme as emoções, serene os seus pensamentos e preste atenção na sua respiração. Quando você respira de forma consciente, ou seja, observando o ar que entra e o que sai, você está meditando.

Quando isso acontece, a mente se tranquiliza e pouco a pouco o vozerio de pensamentos vai perdendo a força. Eles permanecem lá, mas você está tão consciente do movimento da sua respiração que não presta atenção neles.

Dê continuidade

Para que o seu corpo e a sua mente se habituem à pratica meditativa, é preciso dar continuidade. Não adianta meditar um dia e já querer resultados. O ideal é estabelecer quantas vezes por semana você vai meditar e seguir, sem desistir. 

Explore o Tai-Chi-Chuan

O que o Tai-Chi-Chuan tem em comum com meditação? Tudo. Inclusive, os benefícios. Pode-se dizer que se trata de uma meditação com movimentos lentos, mas que se baseiam nos mesmos princípios da prática meditativa.

Nesse exercício, os seus praticantes respiram profundamente enquanto realizam movimentos leves, tranquilos e que visam o relaxamento e o foco no momento presente. É como uma dança em que a sua postura muda de acordo com o ritmo da respiração, proporcionando benefícios físicos e emocionais.

Essa pode ser uma alternativa interessante para quem gosta de artes marciais ou para quem é muito agitado. O Tai-Chi-Chuan proporciona equilíbrio, ajuda na respiração, melhora a postura, aumenta a flexibilidade, entre outros benefícios.

Percebeu como meditar faz bem? Depois de conhecer tantas vantagens para a saúde do corpo e da mente, basta encontrar a melhor postura, observar a respiração e não desistir nas primeiras dificuldades. 

Agora que você já conhece os benefícios da meditação, aproveite para visitar o nosso blog e leia também o texto “Como ter mais disciplina? Saiba como o Kung Fu ajuda“.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This