Entenda a importância da atividade física para sua vida!

Todo mundo sabe que a prática de alguma atividade física é um dos pilares para uma vida saudável. Quem não se ocupa com nenhum exercício é considerado sedentário, um comportamento que tem sido considerado um dos males da atualidade.

Qualquer movimento do corpo que tenha como consequência o gasto de energia pode ser chamado de atividade física. Quem quiser ser ativo só precisa escolher entre as modalidades disponíveis — esportes, musculação, artes marciais, como o Kung Fu, danças etc. — e manter a frequência.

Agora que você sabe a importância de se manter ativo, veja neste post as maravilhas que esse estilo de vida pode proporcionar!

Benefícios da atividade física

Os médicos recomendam e todo mundo deve concordar que uma vida ativa é sinônimo de saúde. Seja no aspecto físico ou mental, as atividades físicas cumprem um papel fundamental na manutenção da saúde. Por esse motivo, é recomendada para pessoas de todas as idades — crianças, adolescentes, adultos e idosos. Se praticada da maneira correta e na constância ideal, a atividade física só traz vantagens.

Uma delas é a mudança de vida, em que as pessoas deixam de ser inativas e incluem algum exercício ou esporte em sua rotina. Muitas vezes, essas pessoas não sabem como sair do sedentarismo e acabam se acomodando.

Infelizmente, esse é o modelo de vida de muita gente em todo o mundo. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o sedentarismo é o quarto principal fator de risco de morte no mundo. Também é considerado um fator de risco chave para doenças crônicas não-transmissíveis, como câncer, diabetes e problemas cardiovasculares.

Benefícios físicos

A atividade física é tão importante que deve fazer parte da vida de todos. Não importa se a pessoa tem ou não problemas de saúde, ao movimentar-se ela previne o aparecimento de diversas patologias. Dependendo do caso, exercícios como artes marciais, Pilates, hidroginástica, natação e outros podem auxiliar no tratamento e na recuperação de doenças.

Veja a seguir como a prática dessas e outras atividades é importante e cheia de benefícios:

  • reduz o risco de doenças cardíacas;

  • ajuda no controle e perda de peso;

  • diminui os níveis de glicose no sangue;

  • fortalece a musculatura;

  • colabora com a saúde óssea;

  • melhora o condicionamento físico;

  • reduz o risco de hipertensão.

As vantagens de se exercitar não param por aí. A atividade física aliada a uma alimentação equilibrada previne doenças como câncer de mama, osteoporose, acidente vascular cerebral (AVC), câncer de cólon etc.

Benefícios mentais

Uma vida ativa não proporciona apenas bem-estar físico; fazer exercícios colabora com a saúde mental também. Se um indivíduo está com o corpo e a mente saudáveis, significa que ele tem qualidade de vida. Mas, quais benefícios mentais a atividade física regular apresenta? Um deles é a redução dos níveis de hormônios ligados ao estresse. Os mais conhecidos são: adrenalina, cortisol e noradrenalina.

Se você deseja diminuir o estresse no dia a dia, escolha uma atividade com a qual tenha afinidade. Com o tempo, você vai notar uma grande diferença. Quando uma pessoa se exercita ela está favorecendo o aumento da autoestima e, se for o caso, reduzindo sintomas ligados à ansiedade e à depressão. Isso acontece porque ao se movimentar, o corpo também libera endorfina — hormônio ligado à sensação de bem-estar — e dopamina, que funciona com um analgésico natural.

Outro benefício ligado à prática de atividades físicas é a melhora das funções cognitivas, que têm grande relação com a capacidade aeróbica. Ao se manter ativo, o indivíduo contribui para a boa saúde do cérebro, ampliando o tempo de resposta e fortalecendo a memória. Não é à toa que os exercícios físicos são recomendados para idosos. Além de potencializar a memória, eles melhoram o humor, desenvolvem a atenção e proporcionam agilidade motora.

Outros benefícios ligados à saúde mental que podemos citar são:

  • oportunidade de envolvimento social;

  • aumento da disposição;

  • melhora do humor;

  • alívio da ansiedade;

  • aumento da produtividade;

  • menor risco de doenças degenerativas como o Alzheimer;

  • maior capacidade de aprendizado;

  • boas noites de sono;

  • equilíbrio emocional e psicossocial.

Benefícios a longo prazo

Apresentamos diversos benefícios — físicos e mentais — da prática de atividades físicas. Mas nem sempre eles podem ser vistos a curto ou médio prazo. É necessário um tempo e constância nos exercícios para que os resultados apareçam.

O motivo que faz muita gente desistir logo no início é que não é possível ver diferenças logo de imediato. Por isso, a constância é importante: para que o corpo também possa usufruir dos benefícios a longo prazo, que são tão ou até mais valiosos do que os imediatos.

Para você entender melhor, separamos os resultados de acordo com o tempo em que eles se apresentam.

Resultados imediatos

Nos primeiros dias, a pressão arterial repousa. Isso acontece porque a atividade física, com seu enorme poder de diminuir o estresse, relaxa o corpo, regulando os batimentos cardíacos. Consequentemente, o indivíduo começa a ter melhor desempenho em situações de grande tensão.

Mas a pressão não é a única afetada de imediato. Seja qual for a atividade escolhida, ao exercitar-se você vai experimentar uma mudança de humor significativa.

É que o organismo começa a produzir neurotransmissores relacionados à sensação de prazer e relaxamento, como a endorfina. Sem contar que há também um aumento nos níveis de testosterona, hormônio que proporciona disposição física.

Por fim, nota-se uma regulação no apetite. Em muitos casos, após exercícios ou treinos, é comum que os praticantes não tenham fome.

Resultados de 1 a 3 meses

Com o passar do tempo e a frequência dos exercícios, o praticante começa a dormir melhor. O motivo disso é que a atividade física regula a temperatura do corpo, liberando substâncias relaxantes. A única ressalva é não se exercitar antes de dormir, pois pode prejudicar o sono. O ideal é que as atividades físicas sejam praticadas pelo menos duas horas antes de ir para a cama.

Outro resultado que pode ser visto em médio prazo é o ganho de resistência física. Você começa a perceber que o seu condicionamento físico aumentou. Isso acontece porque os exercícios melhoram o funcionamento do sistema cardiorrespiratório. Além disso, elevam as taxas de glicogênio do organismo, que é considerado o combustível do corpo.

Resultados acima de 3 meses

O principal benefício das atividades físicas e talvez o que as pessoas menos dão importância é a longevidade. Quem se exercita reduz os riscos de morte precoce e, assim, acaba vivendo mais do que uma pessoa sedentária. Isso se dá pelo simples motivo: uma vida ativa inibe o desenvolvimento das doenças que mais matam no mundo — hipertensão, diabetes, doenças do coração e alguns tipos de tumores.

Outro resultado a longo prazo de uma vida ativa é a melhora da saúde de articulações, ossos, ligamentos e tendões. Aos fortalecer os ossos, os exercícios também previnem a osteoporose, reduzindo fraturas, principalmente em idosos.

Tipos de atividades físicas para cada idade

Para cada fase da vida, existem atividades físicas que se encaixam melhor nas condições e limitações de cada um. Nem sempre um esporte ou treino que um adulto faz cai bem para uma criança. Sendo assim, separamos os tipos de atividades de acordo com a faixa etária. Veja:

Crianças

Desde o primeiro ano de vida até os 6 anos, os pais podem incentivar seus filhos a se exercitar. Quanto mais cedo elas aprenderem a importância de criar hábitos saudáveis, melhor. Além da natação, que é um esporte indicado para todas as idades, a criança pode começar a subir e descer escadas.

Entre os 5 e 12 anos, ela já pode ingressar em uma escola de esportes, que são, junto com as artes marciais, as modalidades mais indicadas para essa idade. Nesse caso os benefícios da prática de esportes e da prática de artes marciais, como o Kung-Fu, vão além do condicionamento físico. Por meio deles, é possível aprender sobre competitividade, técnicas, regras e disciplina. Além disso, a criança começa a trabalhar em equipe, aprende a perder e a ganhar e conviver com diferentes tipos de pessoas.

As diferentes modalidades de lutas contribuem para o desenvolvimento físico, social e pessoal da criança e do adolescente. Também colabora para a formação do caráter, aumenta a autoconfiança, desenvolve a disciplina e ainda funciona como um meio de defesa pessoal.

Não há uma idade certa para as crianças começarem a praticar artes marciais. A sugestão é que ela inicie a partir dos cinco anos e só aos 13 anos o treinamento deverá ser mais intenso no que se refere aos combates.

Adolescentes

Para essa faixa etária, além das artes marciais e dos esportes, surge a musculação como opção para quem gosta de treinos mais intensos. Mas atenção, pois nessa idade a musculação exige cuidados redobrados. Para não correr riscos de lesões articulares, é sempre bom contar com acompanhamento médico.

Adultos

Após os 20 anos e até os 30, geralmente o organismo está em ótimas condições. Músculos, articulações e ligamentos suportam exercícios mais intensos.

Também são indicadas atividades aeróbicas como corrida, caminhada e outras como jump, step, artes marciais e esportes radicias. Os esportes coletivos, como futebol, basquete e vôlei, também caem bem. Depois dos 30 a musculação é essencial para o fortalecimento da musculatura e evitar a flacidez. Treinos aeróbicos, natação, corrida e caminhada são ótimas alternativas.

Para pessoas com mais de 40 anos, é importante fortalecer também os ossos — principalmente as mulheres, que estão entrando na menopausa e são mais propensas a desenvolver osteoporose. Hidroginástica, dança, natação, Ioga, Pilates, corridas e caminhadas são bastante indicadas.

Idosos

Nessa faixa etária, as pessoas começam a perder força muscular — que é normal com o passar do tempo. Por esse motivo, é preciso atenção para que a atividade escolhida não cause lesões e fraturas. Sendo assim, as modalidades mais indicadas são aquelas de pouco impacto e que trabalham a força. Algumas delas são: artes marciais, caminhada, hidroginástica, Pilates, Ioga e musculação que continua sendo recomendada para reforçar a estrutura do corpo.

Além disso o Tai Chi Chan é ideal para essa faixa etária. Nele há zero impacto nas articulações, além de fortalecê-las bastante. Outro diferencial é que o Tai Chi estimula a memória e cognição por ter várias sequências de movimentos simples que vão se complexificando.

Vantagens da prática de esportes

Quem escolhe algum esporte está optando por uma atividade que, além de manter a forma, tem a capacidade de integrar corpo e mente. Por essa razão, seus benefícios se mostram não só em quadra, mas também no dia a dia.

Uma das vantagens mais marcantes dos esportes é a redução do estresse, principalmente quando se trata dos esportes coletivos, que têm um enorme poder de estimular a convivência e o espírito de equipe. Eles também melhoram a autoestima, promovem equilíbrio emocional e elevam os níveis de felicidade.

A seguir, conheça outras vantagens e entenda por que fazer esportes é importante:

  • reduz a pressão arterial;

  • previne doenças crônicas;

  • combate a obesidade;

  • aumenta a flexibilidade;

  • fortalece músculos e articulações;

  • melhora a circulação sanguínea no cérebro;

  • combate a insônia;

  • reduz os níveis de estresse;

  • estimula o convívio social.

Vantagens da prática de musculação

Muita gente não sabe, mas a musculação apresenta vantagens que vão além do aumento da força e da massa muscular. Não é à toa que ela é indicada para adultos, idosos e adolescentes em fase propícia — e quase sempre é recomendada junto com outras atividades.

A seguir, veja algumas das vantagens de incluir a musculação no seu programa de condicionamento físico:

Acelera o metabolismo

Os exercícios de musculação têm uma vantagem incrível: os músculos do tecido muscular continuam gastando energia mesmo depois dos treinos. Isso se deve ao aumento do metabolismo, que faz com que mesmo parado o organismo continue queimando gordura.

Deixa o coração mais saudável

Há quem pense que apenas os treinos aeróbicos fazem bem para o coração, mas a musculação também faz. Enquanto os primeiros preparam o músculo cardíaco para esforços mais leves e prolongados, a musculação o prepara para os mais intensos.

Quando os músculos se fortalecem, a pressão arterial e os batimentos cardíacos se estabilizam. Além disso, com o aumento da força e o fortalecimento muscular, o coração se sobrecarrega menos com os esforços diários.

Diminui as chances de diabetes

Um dos efeitos da musculação é o aumento do tecido muscular. Como esse tecido usa o açúcar presente no sangue como combustível, o organismo acaba criando reservas de energia em forma de glicogênio. Por isso, quanto mais músculos uma pessoa tem, menor é o risco que ela corre de ter diabetes do tipo 2.

Outros motivos que levam a musculação a ser uma aliada na prevenção dessa doença são:

  • reduz a gordura visceral;

  • diminui o HbA1c — hemoglobina que atua na identificação dos altos níveis de glicemia;

  • melhora a sensibilidade da insulina;

  • aumenta a consistência do transportador (glut4) de glicose tipo 4;

Fortalece os ossos

Aliada a uma boa dieta, a musculação ajuda a aumentar a densidade óssea, sendo uma forma de prevenir a osteoporose, principalmente nas mulheres. Também faz bem para as articulações e os tendões, ajudando nos movimentos e fortalecendo a coluna vertebral.

Outros efeitos positivos dessa atividade física são:

  • reduz as chances de lesões e artrite;

  • aumenta a autoestima;

  • desenvolve a autoconfiança;

  • combate a depressão;

  • melhora a estética corporal;

  • diminui os efeitos do envelhecimento;

  • aumenta a força física;

  • colabora com a perda de peso.

Vantagens da prática de artes marciais

Seja por lazer, competição ou simplesmente como defesa pessoal, a cada dia aumenta o número de pessoas que escolhem as artes marciais como exercício físico. Consideradas atividades completas, elas trabalham o condicionamento físico e oferecem diversas vantagens para o corpo e a mente dos seus praticantes. Veja quais são elas:

Desenvolve a disciplina

A disciplina é essencial em todos os setores da vida. Quanto mais cedo desenvolvê-la, maiores são as chances de ter sucesso. Todos os esportes trabalham a disciplina, mas nenhum exige tanto essa competência quanto as artes marciais. Nos treinos, a necessidade de repetir vários movimentos diversas vezes ao dia trabalha também a paciência e a concentração, atributos igualmente importantes.

Alivia o estresse

O dia a dia no mundo moderno é bastante corrido. Independentemente da idade, as pessoas têm estado cada vez mais tensas e estressadas. Encontrar uma atividade física que, dentre outras coisas, ajuda a aliviar essa tensão é uma boa saída para mudar esse quadro.

As lutas proporcionam não só a redução dos sintomas do estresse, deixando seus praticantes mais calmos e tranquilos, mas também permite que os lutadores eliminem a tensão nas aulas, não de forma agressiva, mas por meio do gasto de energia que os movimentos promovem.

Ajuda a controlar o peso

Todas as artes marciais têm uma coisa em comum: alta queima de calorias. Isso significa que as aulas colaboram com a perda de peso graças aos movimentos que simulam as lutas.

O aquecimento antes das aulas também é responsável por isso. É comum que os alunos corram, façam polichinelos e abdominais para preparar o corpo para os treinos. O melhor é que, assim como acontece com a musculação, a queima de gordura continua mesmo depois do término da aula.

Vale ressaltar que, associada a uma alimentação balanceada, qualquer atividade física potencializa o processo de emagrecimento.

Melhora o foco e a concentração

A capacidade de estimular as funções cognitivas é uma das principais vantagens das artes marciais. O cérebro é bastante estimulado, fazendo com que o foco e a concentração sejam potencializados.

Nas artes marciais o praticante não aprende só a se defender, ele também irá lidar com diversas técnicas complexas que estimularão a memória e nunca farão do treino algo tedioso.

Promove controle emocional

O controle das emoções é uma característica comum nos praticantes de artes marciais. No Kung Fu, por exemplo, o maior adversário não é o outro, e sim o próprio lutador, que precisa ter controle emocional e concentração para direcionar bem os golpes. Ao desenvolver esse controle, fica mais fácil analisar os erros e acertos dos combates e descobrir o que precisa ser melhorado para atingir a vitória.

As vantagens das artes marciais não param por aí. Além dos benefícios citados, elas também:

  • melhoram a coordenação motora;

  • aumentam a autoestima;

  • incentivam o respeito mútuo;

  • aliviam dores nas costas;

  • aprimoram os reflexos;

  • melhoram o senso de percepção;

  • estimulam o autoconhecimento;

  • tonificam a musculatura.

Dicas para escolher a atividade física ideal

Agora que você conhece todas as vantagens de ter uma vida minimamente ativa, é hora de escolher a atividade ideal para começar a se exercitar. Todo mundo sabe que não é nada fácil manter a motivação na hora de fazer exercícios físicos. Por isso, é tão importante escolher a modalidade ideal, ou seja, aquela com a qual você se identifica mais.

Essa escolha deve levar em conta diversos fatores, como gosto pessoal, custos, tempo disponível, seus objetivos, acesso ao local, dentre outros. Para ajudá-lo a definir a modalidade mais adequada, separamos algumas dicas:

Trace seus objetivos

É muito importante saber os objetivos que deseja alcançar com a prática da atividade física. Você quer perder peso ou só manter a saúde? Sua finalidade é sair do sedentarismo e manter uma vida ativa ou prefere atividades com mais adrenalina?

Baseado nas respostas a essas e outras perguntas, fica mais fácil chegar ao exercício ou esporte ideal. É possível que fazendo essa análise, você encontre algum desejo antigo, como praticar alguma arte marcial ou outro esporte parecido.

Avalie os custos

Algumas atividades físicas não têm custos. Você pode caminhar no parque ou correr na praia e não pagar nada por isso. Mas é importante se lembrar que fazer um exercício sem supervisão pode causar muitas lesões. Além disso, treinar sozinho pode ser muito desmotivante. Ter um professor qualificado é fundamental.

Avalie os custos e pese na balança. Investir na saúde é essencial para evitar gastos com doenças. Procure sempre locais sérios, com profissionais e ambientes adequados.

 

Invista em algo que tenha afinidade

Esse é um ponto essencial, pois fazer uma modalidade que não proporciona prazer e satisfação é como jogar tempo e dinheiro no lixo. Se você gosta de esportes, existem várias opções a considerar. Se você se amarra em musculação ou em treinamentos funcionais, procure uma academia e conheça seus pacotes. Enfim, as possibilidades são imensas, desde que você se sinta bem.

Respeite seus limites

Escolha uma modalidade de acordo com suas limitações. Não adianta querer fazer um esporte ou treinamento, se ele vai prejudicar seu corpo. Se você tem problemas de coluna, por exemplo, deve optar por algo compatível com essa limitação. A idade também é um fator que deve ser considerado. Idosos e crianças devem fazer exercícios adequados para suas condições físicas.

Ao longo do texto você pôde notar que os benefícios de ser uma pessoa ativa são incontáveis. Não importa se você vai correr, praticar Kung Fu, pegar peso nos treinos de musculação ou optar por exercícios para fazer em família, o que realmente vale é mudar de atitude e começar a se exercitar quanto antes.

Se você gostou de conhecer os benefícios da atividade física, assine nossa newsletter e receba todas as nossas atualizações em seu e-mail!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This